Crítica à exposição de pintura no Edifício Central do Município, Centro de Documentação, Campo Grande, 25 Lisboa:
(15 de maio a 28 de maio de 2012)


"Resulta a sensibilidade cromática na criação de uma imagética pessoal, mais intimista no pequeno formato, mais simplificada e audaciosa, no grande formato".

Pintor e critico de arte, Eurico Gonçalves

 
Apesar de ser em "tons fortes"... o traço e as "tonalidades" utilizadas, conseguem transmitir "suavidade, toque... e conforto"!
Ana Rocha